. O 4 de Julho

. O ABC da Lealdade

. Viva o 25 de Abril...de 1...

. Mário Soares e a III (ou ...

. A Revolução de 1820

. O Longo Processo de Recon...

. A Maldição dos Primogénit...

. Uma Andaluza à Frente dos...

. A Páscoa

. O Herói dos Heróis

.arquivos

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.contador

Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

A Passagem do Tempo

 

 

Quando falamos do passado, é hábito associar a acontecimentos longínquos, envoltos numa núvem de abstração, como se tivessem sido evaporados pela passagem do tempo.

No entanto, existem algumas pessoas que se encarregam de materializar esse passado remoto e de nos fazer lembrar que esses factos são contemporâneos . O caso mais paradigmático é o da Imperatriz da Áustria e Raínha da Hugria, Zita de Habsburgo. Mulher do Imperador Carlos I, deposto na sequência da I Guerra Mundial, haveria de falecer apenas em 1989, ou seja mais de 70 anos após do conflito que a retirou do trono. 

Mais surpreendente é pensar que a Imperatriz Zita é filha de Dª Maria Antónia de Bragança, ou seja neta do Rei D. Miguel, que reinou em Portugal entre 1828 e 1834. Feitas as contas, passaram apenas duas gerações, entre o Rei D. Miguel e a sua luta fratricida com D. Pedro IV, e a queda do muro de Berlim...

A própria Dª Maria Antónia de Bragança, que nasceu no exílio em virtude do banimento de seu pai (apenas levantado  por Salazar), faleceu em 1959, ou seja na segunda metade do século XX.

Outros exemplo de longevidade poderemos encontrar na última Raínha de Portugal, Dª Amélia de Bragança, que vivendo um longo exílio (desde 1910) haveria de regressar a Portugal após a II Guerra Mundial. Não antes sem passar pelas agruras da França ocupada, onde viu a sua casa em Bellevue ser invadida por oficiais alemães. O embaixador português em Paris apresentou às autoridades germânicas o desagrado pela situação. O assunto resolveu-se com o hastear da bandeira portuguesa (da república) no palácio da Raínha, sendo aquela a morada oficial da Raínha de Portugal no exílio. Salazar foi mais longe no auxílio à última soberana, oferecendo-lhe residência  em Portugal. Esta recusou, argumentando que "a França não me abandonou na minha desgraça, eu não a abandonarei na dela".

A Raínha morreu em 1951, gerando uma vaga de fundo que quase levou à restauração da Monarquia  (travada in extremis por salazar) , tendo estas sido as suas últimas palavras "levem-me para Portugal". 

publicado por Rui Romão às 00:05
link do post | comentar | favorito
|

.D. Afonso Henriques


.

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.contador

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds